Intimidade vai além

01.11.2017

 

 

Existe uma coisa chamada intimidade. Trata-se de conexão involuntária, que vai muito além pra onde vai a mão, se o corpo se entrelaça ou não. Quem decide isso é você. Intimidade é quando precisa desabafar e as palavras nem precisam ser escolhidas. Quer gritar? Grita! Quer chorar? Chora! Quer ficar em silêncio? Fica.

Quando se tem algo novo pra mostrar e sabe que o outro não vai achar bobagem. No momento que decora o perfume. Quando as mãos se tocam e tem a sensação de estar em casa. Aquela ocasião que o sono vem tranquilamente e deixa vir naquele colo conhecido. Quando você não sabe pra onde ir, mas sabe com quem.

 

Intimidade vai além de tempo, pois essas dimensões são confusas na maioria das vezes. Pode conhecer alguém ontem e ter a impressão de que conheceu há duas vidas, ou também conviver com alguém durante anos e não reconhecer as palavras.  

 

Conexão vai além...

 

Vai de papo, toque e as mentes que se encontram em momentos oportunos ou não. Não é necessário ocasião. É quando encontra uma cor, música, ou algo na rua e vem o nome na cabeça. Intimidade é você saber que apesar dos apesares aquele vínculo existe, e existe tanto que até sorri sozinho pensando nisso. É nua e crua. Coque no cabelo. Rosto lavado.

Um encontro desses é loteria. São conversas intermináveis falando sobre o tempo, a chuva, e os balões que viu na rua. Sobre qualquer coisa. Partilhar por intimidade, por vontade, por junção. Um laço, que só sabe quem passou. Coisas que só vocês sabem. O cheiro, o abraço, a felicidade em esbarrar por aí. Intimidade é quando você consegue encontrar alguém uma vez por mês e continua tudo igual. É intimidade, sonho, primeiro pedaço do bolo, banho junto, camisa velha pela manhã, cabelo bagunçado e aquele sorriso com os olhos. É ligar pelo pesadelo, pra contar que cortou o cabelo ou por um sonho bom. Intimidade é quando você fica em silêncio em companhia e tudo bem, continua ali, confortável. Intimidade só sabe quem passa, quem vive e valoriza. Intimidade é conexão e reciprocidade.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now